Uma catedral em honra ao rei Jesus!


Jesus Cristo é o Senhor da história, do tempo e de nossas vidas; conseqüentemente, “cada homem, ao encontrar Cristo, descobre o mistério da sua própria vida”. (Gaudium et spes, 22). Olhando o passado é possível darmos graças pela herança presente! Por volta de 1935, ainda não havia uma paróquia em Cornélio Procópio, que recebia a assistência espiritual do padre Jonas, da cidade de Sertanópolis. A partir de 1936, o padre palotino Antônio Lock, de Londrina, assume o pastoreio da cidade com visitas quinzenais.No dia 10 de julho de 1938, na presença do então bispo de Jacarezinho, Dom Fernando Taddei, sob as bênçãos do Senhor é instalada oficialmente a Paróquia Cristo Rei de Cornélio Procópio, cuja matriz era a modesta igreja em madeira na Praça Brasil.

A construção da nova Matriz de Cristo Rei, com 600m2, iniciou-se no dia 31 de outubro de 1943 e foi concluído em maio de 1948, com arquitetura em estilo neo-românico e influências bizantinas.

A 1ª missa na nova igreja foi celebrada no dia 13 de junho de 1948.

Na nave principal encontra-se a belíssima imagem de Cristo Rei, esculpida em madeira e com policromia em ouro, São Vicente Palotti, Santa Terezinha do Menino Jesus, São Judas Tadeu, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e a imagem do Imaculado Coração de Maria que veio de Portugal no dia 8 de dezembro de 1978.

Nas naves laterais encontram-se duas capelas, feitas em 1966, onde estão executados em mosaicos bizantinos uma cena da aparição de Nossa Senhora de Fátima e da aparição do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria. Os quadros da via-sacra também são em mosaico.

Um carrilhão de sinos de bronze do século XIX anuncia as celebrações religiosas. O maior deles, instalado em 1964, é chamado Sino da Paz.

Em 13 de outubro de 1973, Dom José Joaquim Gonçalves toma posse na nova Diocese de Cornélio Procópio e a Matriz de Cristo Rei torna-se a Catedral Diocesana de Cornélio Procópio. Em 5 de agosto de 1979 assume o pastoreio da diocese Dom Domingos Gabriel Wisniewski e no dia 20 de maio de 1984, Dom Getúlio Teixeira Guimarães torna-se o atual bispo.

Desde o ínicio a paróquia esteve entregue aos cuidados dos Palotinos: em 1938, ao 1o. pároco, padre Antonio Lock; em setembro de 1941, ao padre José Kandziora; em março de 1963 ao padre Conrado Walter, nomeado bispo auxiliar de Jacarezinho; em abril de 1978 ao padre José Walter e em fevereiro 1981 ao padre Eduardo Radigonda. Em janeiro de 1989 a paróquia é confiada aos padres diocesanos com o atual pároco, padre Orisvaldo José Calandro.

Em todo esse tempo, o dia de Cristo Rei, comemorado no 5º domingo antes do Natal, marcou a celebração da soberania e do senhorio de nosso Salvador sobre a vida dos pastores e do rebanho de nossa igreja paroquial.

Revendo tantas conquistas só podemos louvar a Deus e reafirmar nosso compromisso de legar às gerações futuras a herança renovada da fé que move toda história.